Pele, acne e alimentação:
entenda a relação entre elas


Adote uma alimentação saudável para amenizar a acne
e manter o bem-estar da sua pele

Pele, acne e alimentação

Muitos mitos e hipóteses envolvem a acne e a alimentação. É recorrente vermos no noticiário informações sobre a influência da dieta no corpo e na pele, além de como ela pode influenciar no surgimento da acne. Por exemplo: espinhas e cravos não aparecem, ou ocorrem em mínima quantidade, em pessoas que consomem menos laticínios, açúcares, alimentos processados (enlatados, acidificados, com conservantes) e óleos refinados usados na produção de margarina, gordura vegetal, maionese, temperos de saladas, além do tradicional óleo de cozinha1.

Mas baní-los totalmente pode não ser a melhor saída para a saúde e nem mesmo no combate à acne. Para suprir suas necessidades nutricionais é preciso combinar e equilibrar a alimentação que ofereça variedade de nutrientes. Uma pirâmide alimentar adequada pode influenciar no tratamento das espinhas e cravos, confira mais orientações sobre uma dieta saudável e saborosa2:

  • Frutas cítricas e vermelhas: possuem alta taxa de antioxidantes e ajudam a prevenir rugas precoces;

  • Produtos hortícolas (ex.: batatas-doces, tomates e melão): por estimularem a produção de colágeno, mantêm sua pele firme;

  • Vitamina C: É necessário um consumo diário para colaborar com a hidratação e combater a flacidez da pele;

  • Chás: os antioxidantes conhecidos como EGCG, encontrados nos chás verde e preto, são poderosas substâncias que podem prevenir a acne, danos causados por exposição solar e inflamações da pele;

  • Folhas verdes (ex.: espinafres e brócolis) e ovos: estes alimentos fornecem vitamina A, um dos nutrientes mais importantes para a saúde da pele e essencial na renovação celular;

  • Ômega 3: presente em peixes como salmão, atum, sardinhas ou mesmo no marisco, possui propriedades anti-inflamatórias1.

Referências

  1. SPENCER, E.H. et al. Diet and acne: a review of the evidence. Int J Dermatol., v.48, p.339-47, 2009.
  2. ASSOCIAÇÃO Brasileira de Nutrologia. Guia de Nutrição. Disponível em: <http://www.alimentacaosaudavel.org/Artigo-pele-saudavel.html> Acesso em: 27/10/2016.